Pular para o conteúdo principal

Postagens

Bolsonaristas afirmam jogar veneno em público que aguardava evento de Lula, em MG

Operadores de drone afirmam que jogavam veneno em cima de público em evento de Lula e Kalil em MG: 'jogou só 2 litros' Um vídeo compartilhado nas redes sociais e em aplicativos de mensagens mostra o que seria parte da operação do drone que sobrevoou o evento político de Lula e Kalil e jogou sobre o público uma substância de forte odor, na tarde de quarta-feira (15), em Uberlândia. Parte dos presentes, chegou a classificar como urina, chorume e até fezes o conteúdo aspergido pelo aparelho. Um dos três homens, que chegaram a ser presos pela Polícia Militar (PM) em flagrante, afirmou no vídeo que eles estavam jogando veneno. Em outro trecho da gravação, o operador do drone disse que já havia despejado "dois litros".  Rodrigo Luiz Parreira, Charles Wender Oliveira Souza e Daniel Rodrigues de Oliveira foram detidos em flagrante pela PM, mas liberados após assinarem um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para comparecerem posteriormente ao Juizado Especial Criminal. F

Governo tem 11,7 milhões de doses de vacinas contra Covid com vencimento até julho, diz TCU

Foto: Steven Cornfield Uma inspeção feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) identificou que o Ministério de Saúde mantém, em estoque, mais de 28 milhões de doses de vacinas contra a Covid que perdem validade até agosto deste ano. Dessas, 11,7 milhões vencem até julho. O número reúne imunizantes produzidos pela Pfizer e pela Astrazeneca. Segundo o tribunal, os 28 milhões de doses que expiram até agosto custaram R$ 1,21 bilhão aos cofres públicos. Não se sabe até o momento o que o Governo pretende fazer quanto ao estoque que está prestes a vencer. O que seria um valor considerável de dinheiro público jogado pelo ralo. Em nota nesta quinta, a Anvisa informou que "não possui, no momento, nenhum pedido de prorrogação do prazo de validade para esses lotes. Todas as prorrogações de prazo avaliadas pela Anvisa foram comunicadas por meio dos canais de comunicação da agência." Fonte: G1 .

Universidade Americana oferece curso gratuito para professores e educadores

Professores de várias partes do mundo podem aprender sobre economia criativa, como aplicar novas técnicas de ensino em sala de aula, tornando o aprendizado uma experiência envolvente Diversas pesquisas apontam que professores brasileiros não receberam suporte adequado para ensinar à distância e nem suporte emocional das escolas durante a pandemia. Segundo o Instituto Península, 83% dos docentes não se sentiram preparados para o ensino remoto, que virou rotina e tendência. Para incentivar o aperfeiçoamento dos professores em diversas partes do mundo sobre novas tecnologias criativas e uso de linguagens em sala de aula, a Full Sail University promove o Teacher Professional Development 2022, um curso gratuito em inglês composto por módulos mensais com webinars, sessões de vídeo e vários desafios. Lidar com as tecnologias que estão presentes no cotidiano, principalmente na vida de jovens nativos digitais, é um grande desafio dos professores da atualidade. A pesquisa do Instituto Península

Mulher é resgatada de trabalho análogo à escravidão após 40 anos na Bahia

Uma mulher foi liberta após 40 anos de trabalho análogo à escravidão em Vitória da Conquista (BA), a 500 km de Salvador, na última semana. A vítima, identificada pelas iniciais M.S.S, tem 52 anos e trabalhava desde os 12 para a patroa. Depois de ser resgatada, a mulher foi levada para a casa de parentes. O caso foi investigado a partir de uma denúncia enviada ao Ministério Público do Trabalho (MPT). A  suspeita também não teve o nome revelado para inviabilizar a identificação da vítima. Ela será obrigada a pagar verbas rescisórias e indenização por dano moral, que somam R$ 150 mil, em 50 parcelas mensais. Avítima relata que, quando ainda era criança, o pai dela a deixou ir com a empregadora para Itabuna, a 400 km de Salvador. Quando eles se mudaram para Vitória da Conquista, M.S.S perdeu o contato com a família. Apenas em 2019, a família retomou contato. Mais informações no Metrópoles Fonte: Metrópoles

Em decisão inédita, STJ valida aplicação da Lei Maria da Penha para mulheres trans

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu nesta terça-feira (5) que a Lei Maria da Penha — que protege as vítimas de violência doméstica — pode ser aplicada para mulheres transexuais. Essa foi a primeira vez que a questão foi julgada pelo tribunal e serve de precedente para que outras instâncias da Justiça sigam esse entendimento. Os ministros analisaram um recurso do Ministério Público contra decisão da Justiça de São Paulo, que negou medidas protetivas previstas na lei para uma mulher transgênero. Os desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo entenderam que a norma pode ser aplicada em casos de violência doméstica ou familiar contra pessoas do sexo feminino.  Fonte: G1  📸 Instituto Maria da Penha

Lei Paulo Gustavo: Bolsonaro veta projeto que previa verba para o setor cultural

O presidente Jair Bolsonaro vetou um projeto de lei, batizado de "Lei Paulo Gustavo", que previa o repasse de R$ 3,86 bilhões em recursos federais a estados e municípios para o enfrentamento dos efeitos da pandemia da Covid-19 sobre o setor cultural. A informação foi divulgada nesta segunda (5) pela Secretaria-Geral da Presidência. A proposta visava homenagear o ator ator e humorista Paulo Gustavo que morreu em maio do ano passado, vítima da Covid-19. Ele era um dos artistas mais populares do país e faleceu aos 42 anos no Rio de Janeiro. O projeto é de autoria do senador Paulo Rocha (PT-PA) e foi aprovado pelo Senado em novembro de 2021. A proposta estabelecia que seriam repassados 3,86 bilhões aos estados e municípios para o enfrentamento dos efeitos da pandemia da Covid-19 sobre o setor cultural. Mais informações no g1  Fonte: G1 📸 Daniela Ramiro/Estadão Conteúdo

Poder Judiciário de Envira intima município de Envira para realização de concurso público

Envira - O Poder Judiciário do Estado do Amazonas emitiu despacho intimando o Município de Envira, para que no prazo de 30 dias úteis cumpra a decisão que obriga a gestão atual apresentar projeto prévio, estipulando as vagas necessárias para ocupar os cargos de professor da rede de ensino municipal de Envira, lotação na Zona Rural. Assim como, a apresentação de um projeto para realização de licitação e contratação de empresa responsável para realização de um concurso público. Caso a Prefeitura de Envira, não cumpra com o determinado, a mesma estará sujeita  sujeito às penas de litigância de má-fé quando injustificadamente descumprir a ordem judicial, sem prejuízo de sua responsabilização por crime de desobediência. Vale lembrar que essa decisão é referente a uma denúncia realizada pela Ministério Público, ainda no ano de 2015, pelo promotor André Lavareda Fonseca.  De acordo com Ministério Público, novas denúncias apontam que no ano passado a atual gestão também teria cometido irregula