Pular para o conteúdo principal

Cosama corre contra o tempo para não perder contrato no Amazonas

Companhia que opera serviços de água no interior do estado perdeu prazo para entregar documentação e é ameaçada

A Companhia de Saneamento do Amazonas é uma das sete empresas estaduais do país que correm o risco de perder seus contratos de operação.

O motivo é porque não comprovaram ter capacidade de investir recursos financeiros para universalizar os serviços de saneamento, como prevê o novo marco do saneamento básico, em vigor desde julho de 2020.

O requerimento de viabilidade econômica deveria ter sido apresentado à Agência Nacional de Água e Saneamento (ANA) até 31 de dezembro de 2021.

A direção da Cosama informou que, assim como as outras prestadoras de serviço de abastecimento de água do interior do Amazonas, que em sua maioria são municipais e também têm por obrigação de apresentar a comprovação da capacidade econômico-financeira, está preparando a documentação necessária para encaminhar à agência.

Conforme a empresa, em 2019, quando o governador Wilson Lima (PSC) assumiu o Governo do Amazonas e a nova diretoria-executiva iniciou os trabalhos, a Cosama estava desgastada financeira e operacionalmente.

“Nos dois primeiros anos, foi desenvolvido um trabalho de investimento e resgate da empresa para organizar as áreas administrativa, técnica e de operação nas cidades onde a Cosama atua. Prova disso, a companhia em 2021 investiu mais de R$ 1,6 milhão nos 14 municípios onde ela opera o fornecimento e a distribuição de água”, diz nota da empresa.

Ademais, afirma que está regularizando e atualizando seus dados junto aos órgãos do estado.

Os 14 municípios atendidos pela Cosama são: Alvarães, Atalaia do Norte, Autazes, Benjamin Constant, Carauari, Careiro da Várzea, Codajás, Eirunepé, Itamarati, Juruá, Manaquiri, São Paulo de Olivença, Tabatinga e Nova Olinda do Norte.

Planos de expansão

No demonstrativo de ações, a Cosama diz que está executando programas e projetos. Por exemplo, cita o Água Boa, para atender mais de 600 mil ribeirinhos em todo o estado.

Além disso, afirma que assumiu o fornecimento de água de mais dois municípios em estado de calamidade pública: Atalaia do Norte e Nova Olinda do Norte.

“Nesses municípios, havia um alto índice de contaminação da água, e consequentemente um alto índice de doenças de veiculação hídrica, prejudicando a saúde dos habitantes. A partir da execução dos trabalhos da companhia, o abastecimento de água mudou de forma positiva. O relatório será finalizado em até dois meses”.

Atualmente, a Cosama não trabalha com esgotamento sanitário e rede de esgoto. Apenas faz captação, tratamento e distribuição de água.

Em 2022, a companhia garante que irá atuar em mais sete municípios e uma comunidade do interior do Amazonas via cooperação técnica. São eles: São Gabriel da Cachoeira, Nhamundá, Japurá, Envira, Maraã, Boca do Acre, Novo Airão e comunidade Novo Céu (Autazes).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.