Pular para o conteúdo principal

Corregedoria de Justiça anuncia a realização de correições em Varas judiciais de Envira demais cidades do interior e capital

As 44 Varas elencadas serão inspecionadas pela Corregedoria neste ano de 2022, com as demais unidades judiciárias do TJAM sendo fiscalizadas por seus respectivos juízes-corregedores permanentes.

Um total de 44 unidades judiciárias, sendo 22 da capital e 22 do interior, serão correicionadas (fiscalizadas) de forma ordinária, pela Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas (CGJ/AM) neste ano de 2022. A relação das 44 Varas que passarão por correição foi publicada pela CGJ/AM na edição da última terça-feira (11) do Diário da Justiça Eletrônico (DJe) em editais assinados pela corregedora-geral de Justiça do Amazonas, desembargadora Nélia Caminha.

Ao proceder a divulgação, o órgão correicional cumpriu os ditames do Código de Normas da CGJ/AM (Provimento n.º 41/2000), o qual indica, em seu art. 11, que o cronograma de trabalho anual, referente às correições ordinárias, deve ser publicado no Diário Oficial de Justiça, sempre no mês de janeiro, para o conhecimento das unidades e da sociedade.

Além das correições ordinárias, a Corregedoria informa que no decorrer do ano deverá realizar correições extraordinárias, em caso de determinação da corregedora-geral, do Conselho da Magistratura e em casos em que houver indícios de irregularidades que possam comprometer a regular tramitação processual, ou ainda quando o juiz corregedor permanente deixar de encaminhar, injustificadamente, à CGJ/AM o relatório da inspeção judicial prevista.

As 22 unidades judiciárias da comarca de Manaus que em 2022 passarão por correições ordinárias realizadas pela CGJ/AM são: 2.ª, 4.ª, 5.ª, 6.ª, 7.ª, 8.ª, 9.ª, 10.ª e 11.ª Varas Criminais; 1.ª, 2.ª e 3.ª Varas do Tribunal do Júri; 2.ª, 3.ª, 4.ª, 5.ª, 6.ª, 7.ª, 8.ª, 9.ª e 10.ª Varas Cíveis e de Acidentes do Trabalho, além da Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas.

Já no interior do Amazonas, passarão por correições outras 22 unidades, sendo elas: as Varas Únicas das Comarcas de Apuí, Barcelos, Barreirinha, Benjamin Constant, Canutama, Codajás, Eirunepé, Envira, Nhamundá, Pauiní, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Tapauá e Uarini.

Ainda no interior, serão correicionadas, em 2022, a 2.ª Vara e o Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Coari; a 2.ª Vara e o Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Humaitá; a 3.ª Vara da Comarca de Itacoatiara; a 2.ª e a 3.ª Varas da Comarca de Parintins e a 1.ª Vara da Comarca de Tabatinga.

Além das 44 correições ordinárias e das extraordinárias, que podem ocorrer a qualquer tempo, a Corregedoria-Geral de Justiça também realizará, em 2022, correições junto aos cartórios e demais serventias extrajudiciais do Amazonas.

Atuando na orientação, coordenação e execução de políticas públicas voltadas ao bom desempenho da atividade judiciária e extrajudiciária, a função correicional desenvolvida pela CGJ/AM consiste, conforme o Provimento n.º 41/2000, na orientação, fiscalização e inspeção permanente sobre todos os juízes, serventias, secretarias, serviços auxiliares e outros.

Fonte: Afonso Júnior (CGJ/AM)
Foto: Chico Batata

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.