Pular para o conteúdo principal

Agência da Onu para refugiados homenageia Telma Lage pela vida em defesa dos direitos das pessoas refugiadas

Telma Lage, Diocese de Roraima e Áurea Cruz foram reconhecidas na cerimônia pelo acolhimento de pessoas refugiadas e migrantes venezuelanas em Roraima

Uma placa que homenageia a missionária Telma Lage, falecida em junho deste ano devido à COVID-19, foi instalada no Centro de Migrações e Direitos Humanos da Diocese de Roraima (CMDH) na segunda-feira (13/12) em reconhecimento à sua dedicação e contribuição à proteção de pessoas em deslocamento forçado. A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) também realizou gesto de agradecimento à Diocese de Roraima e à voluntária Áurea Cruz pela cessão do terreno e estabelecimento do Abrigo São Vicente I, cujas atividades foram encerradas neste ano.

Irmã Telma, como era conhecida, ao lado de missionários da Diocese de Roraima, apoiou pessoas refugiadas e migrantes desde o início do aumento do fluxo de pessoas da Venezuela, antes da Operação Acolhida ser instalada na região norte do Brasil. Ela foi coordenadora do CMDH e importante membra de grupos de trabalho que combatiam a violência de gênero e desenvolviam ações para a população venezuelana desabrigada.

“Presenciamos na Irmã Telma sua liderança e seu espírito inabalável, que sempre nos lembrou por que estamos aqui. O ACNUR sente profundamente essa perda, porque tivemos o privilégio de trabalhar em estreita colaboração com Telma Lage e com as organizações da Igreja Católica desde que nossos venezuelanos começaram a chegar a Roraima”, disse o Oficial de Campo Sênior do ACNUR, Arturo de Nieves, durante a cerimônia.

O ACNUR reconhece o papel dos líderes religiosos e de suas comunidades como fundamentais no apoio à pessoas refugiadas durante o deslocamento e para a integração local. O Abrigo São Vicente I, que funcionava em terreno da Igreja Consolata, foi o quinto abrigo da Operação Acolhida e tinha capacidade para cerca de 300 pessoas.

Áurea Cruz, também homenageada, é criadora do projeto Mexendo a Panela, que distribui refeições para pessoas em vulnerabilidade, e como membra da igreja foi uma das pessoas responsáveis pelo estabelecimento do Abrigo São Vicente I. “Estou muito emocionada com esse carinho. Para nós, que fazemos trabalho voluntário, essa placa é um carinho na alma, reconhecendo o trabalho que fazemos como algo importante”, disse Áurea Cruz.

O Centro de Migrações e Direitos Humanos iniciou atividades no ano de 2007, como uma instituição da Diocese de Roraima que atua junto às pessoas em situação de vulnerabilidade durante o deslocamento forçado ao Brasil. Além disso, o CMDH atua com as pessoas em situação de cárcere, pessoas em situações de rua, indígenas migrantes e refugiados alocados na cidade de Boa Vista, produz fraldas descartáveis e faz a entrega de cestas básicas. Ao lado do ACNUR, a instituição realiza pré-documentação desde 2017 para a garantia de direitos a refugiados e migrantes da Venezuela.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.