Pular para o conteúdo principal

Vereadores de Envira pedem cassação de Irmão Jorginho

Vereador Jorge Pinheiro, que alugou prédio usando nome da esposa para Prefeitura, teve cassação pedida por demais pares

Envira - Os vereadores da Câmara Municipal de Envira, no Amazonas, deram entrada na última sexta-feira (19), em um pedido de cassação do Vereador Raimundo Jorge Pinheiro, mais conhecido como ‘Irmão Jorginho’ (PP), devido ao cometimento de possíveis atos ilegais que vão de encontro com o Regimento Interno do Poder Legislativo municipal de Envira, onde diz que não é permitido ao parlamentar firmar contrato com a Prefeitura Municipal.

De acordo com os denunciantes, o acusado em teria falado plenária, sem quaisquer constrangimentos ou receio que é casado no civil com sua esposa, e que o prédio que atualmente encontra-se alugado para a prefeitura, está no nome da mesma. 
Tivemos acesso ao extrato do contrato e as informações nele contidas apontam que “o prédio estaria alugado para a prefeitura desde a data de 02/04/2021”. Contudo o serviço de telemedicina, que deveria está sendo realizado no prédio, não vem sendo realizado no local, o mesmo encontra-se fechado até o presente momento. As consultas médicas realizadas a partir deste serviço estão sendo realizadas em uma sala, disponibilizada no prédio da Secretaria Municipal de Saúde. 

Os parlamentares e a suplente da vaga ocupada pelo Ir. Jorginho na Câmara, deram entrada no pedido de cassação do mandato do mesmo, na acusação ele teria tentando 'driblar' a lei, ao alugar o prédio no nome de sua esposa para Prefeitura, mesmo tendo declarado, em outro momento, que o prédio era seu.

‘Irmão Jorginho’ teria tentado "burlar" as regras da casa legislativa.

Segundo os denunciantes, o acusado tem total conhecimento do regimento interno da casa, afinal ele possui uma carreira política extensa, o vereador teria utilizado destes artifícios para burlar, fugir da regra, a qual tem pleno conhecimento, o vereador teria lançado o nome de sua conjugue para disputar a dispensa de licitação, no entanto, esqueceu que o imóvel locado para a Prefeitura de Envira, é de sua propriedade, que inclusive consta em sua declaração de bens, enviada ao TRE-AM no ato de posse de sua vaga nesta Casa.

A sociedade envirense agora aguarda o desfecho dessa história! Afinal, de acordo com os ritos legais deste Poder Legislativo, o presidente da Câmara tem 15 dias para por o pedido de cassação em votação.

O então parlamentar tem tido recorrentes questões no mínimo estranhas para resolver, no decorrer deste ano, em abril deste ano - mesmo mês em que a carta-contrato foi publicado no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas -  a nossa redação publicou matéria denunciando viagem de férias realizada pelo mesmo durante período em que estava recebendo diárias como vereador, o ‘Irmão Jorginho’ teria viajado, representando seus eleitores para a capital de Manaus, contudo o mesmo encontrava-se em Recife-PE, tendo em seguida que devolver as diárias recebidas. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.