Presidente da Câmara de Envira tem nas mãos a cassação do mandato do Ir. Jorginho - Envira News

Ultimas

Post Ads

sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Presidente da Câmara de Envira tem nas mãos a cassação do mandato do Ir. Jorginho

Vereador 'Irmão Jorginho' de Envira alugou prédio usando nome da esposa e teve pedido de Cassação


Envira - Os últimos dias em Envira têm sido bastante agitados, no que diz respeito aos bastidores políticos. Recentemente alguns vereadores de oposição fizeram o pedido de cassação do mandato do vereador Irmão Jorginho (PP) por possível desrespeito ao Regimento Interno da Câmara Municipal de Envira. Além de denegrir a imagem da augusta Casa do Legislativo, o que somatiza a possível quebra de decoro do parlamentar.

Na última quarta-feira (24) a psicóloga, Patrícia Pinheiro de Castro, que é a 1ª suplente de vereador filiada a sigla partidária do Progressista, deu entrada em um requerimento junto a Câmara Municipal de Envira, solicitando ao presidente, Francisco de Jesus da Costa Silva, a cassação do vereador Raimundo Jorge Pinheiro (PP), embasado no descumprimento do Regimento Interno da Câmara, e também por ter infringido a Lei Orgânica do Município de Envira. 


A nossa redação entrou em contato com a psicóloga Patrícia, que é a 1º suplente do cargo de vereadora e de acordo com a mesma, "a motivação de fazer essa solicitação é primeiramente por respeito a população de Envira e por respeito as pessoas que a mim confiaram voto. Eu não podia simplesmente acompanhar todo esse cenário e cruzar os braços, agora está nas mãos dos vereadores julgarem o caso como acham que devem. Fiz a minha parte, e o motivo que me levou foi o respeito pelas pessoas e pela minha cidade, meu desejo é o melhor para Envira".

Agora o pedido está nas mãos do presidente da Câmara que é aliado do vereador Ir. Jorginho, assim como também é do Prefeito de Envira. A cassação do mandato do vereador traria um novo balanceamento na Câmara, a psicóloga Patrícia fez parte da coligação derrotada nas urnas, o que nos leva a crer que seria mais uma voz de oposição crítica no Parlamento. Resta saber qual será o desfecho dessa história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads