Pular para o conteúdo principal

Fonte de dados para pesquisas científicas: Conheça o Herbário do CESIT/UEA


Localizado a mais de 270 km de distância de Manaus, o Centro de Estudos Superiores de Itacoatiara da Universidade do Estado do Amazonas (CESIT/UEA) conta com um herbário que, há mais de 40 anos, atua no apoio ao crescimento científico local. Mas afinal, o que é um herbário? Trata-se de uma coleção de plantas secas e prensadas que cumpre o objetivo de catalogar espécies conhecidas e novas.

Esses espaços botânicos têm uma contribuição significativa no avanço de estudos e pesquisas no campo da diversidade biológica. Por estarmos situados no país com a maior biodiversidade do mundo, é primordial contarmos com unidades de pesquisa acerca da flora brasileira. Por meio dos resultados provenientes desses espaços botânicos, são garantidos subsídios para ações de preservação e combate a ataques ambientais.

Envolvimento com a comunidade

O Herbário do CESIT faz registro de pesquisas realizadas na unidade, recebe materiais de outras instituições para aumentar o acervo, contribui com a formação de crianças e adolescentes através de projetos de extensão, além de ser muito utilizado em aulas práticas para dar direcionamentos de coleta, herborização e identificação de plantas.

Por ser o único espaço de estudos botânicos nas áreas próximas, os moradores do município e comunidades adjacentes, fazem visitação durante o período letivo e participam dos projetos ofertados. O CESIT disponibiliza cursos de coleta e herborização para que habitantes tragam o material no padrão apropriado.

Resultados

Os resultados gerados garantem o funcionamento do herbário. Os responsáveis por manter as atividades são os próprios bolsistas dos projetos de extensão e iniciação científica. Para isso, os alunos recebem formação técnica e evoluem no campo científico.

Como nasceu

A princípio, o herbário pertencia ao antigo Instituto de Tecnologia da Amazônia (Utam). Foi concebido na década de 80 com 20 exsicatas (termo dado à amostra de planta prensada e seca numa estufa. Depois de secas, são fixadas em uma cartolina com rótulo contendo informações sobre o vegetal) doadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).

Em 2008, foi realocado para Itacoatiara a fim de atender as necessidades do curso de Engenharia Florestal do CESIT/UEA, quando a unidade se transformou em centro. O professor Antônio Mesquita foi quem deu início às atividades do Herbário na Utam junto à professora Marlene Freitas.

Envolvidos no projeto


Colaboram com o Herbário os professores e acadêmicos do curso de Engenharia Florestal do CESIT, além de instituições de Ensino e Pesquisa de Itacoatiara e municípios vizinhos.

Devido à alta demanda de envolvimento em outros projetos, a professora do CESIT e atual coordenadora do espaço, Deolinda Ferreira está passando a função de curadoria para o professor do CESIT, Victor Alexandre Hardt. Deolinda enfatiza a imensa satisfação pelo trabalho, principalmente por ter substituído professora Melissa Chalco Fernandez, uma educadora que antes de lecionar na UEA, foi aluna do curso de Engenharia Florestal na Universidade. Em 2019, Melissa veio a óbito após longa luta contra câncer.

Texto: Guilherme Oliveira/ASCOM UEA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.