Pular para o conteúdo principal

Artigo de opinião: Os pobres abaixo de tudo

Por: Fernando Brito

A reportagem sobre o crescimento da pobreza no Brasil desde o final da era petista é, para quem quiser entender, um retrato da incapacidade do neoliberalismo (nada neo, aliás) de resolver o problema da pobreza no país, mesmo usando – como ocorreu com o auxílio emergencial – como “medicamento” tópico contra ela.

E, ao contrário, como é o crescimento da economia a chave da redução da pobreza, por mais que isso se faça com distorções e sem a força que poderia ter.

O primeiro momento de queda da extrema pobreza, é verdade, veio com o fim da inflação galopante, a partir de 1994, com o Real de Itamar e Fernando Henrique Cardoso, mas repare como isso conseguiu, no máximo, reduzir levemente a taxa de brasileiros vivendo abaixo da faixa de R$ 261 por pessoa.

A redução verificada entre 2003 e 2015, ao inverso, foi mais que expressiva: a parcela da população neste estado intolerável de miséria caiu à menos de metade, quase um terço do total de nossos compatriotas.

Isso, na prática, manteve-se mesmo no período Temer e no primeiro ano do governo Bolsonaro, pela força inercial dos programas de transferência de renda e da atividade econômica.

Em ambos, apostou-se que a prosperidade viria da supressão de direitos e a “liberdade total” da contratação da força de trabalho, lançada na mais selvagem informalidade.

O auxílio emergencial amplo e significativo maquiou, enquanto pago, a perda de renda que, com o seu fim, revelou-se: um salto de 50% no índice de pobreza extrema, provocado pela retração econômica, em parte inevitável, em parte resultado de um governo incapaz de lançar políticas públicas capazes anticíclicas que a mitigassem.

O “império do teto de gastos”, este sim “acima de tudo” na formulação de políticas econômicas tem um resultado concreto: empurra os pobres para baixo de tudo, exceto das calçadas em que passam a viver.

Nada disso trouxe a tal “enxurrada de dólares” que se prometeu, não estimulou o emprego, a saúde das contas públicas.

Seguimos assistindo a uma política de gambiarras econômicas, porque estamos presos à ideia de que é preciso socializar as carências e privatizar os potenciais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.