Pular para o conteúdo principal

Envira: Justiça julga procedente, em parte, por ato de improbidade administrativa ex-vereador, Policial Militar e sua esposa

O juiz de Envira, Dr. Danny Rodrigues Moraes, julgou parcialmente procedente a ação civil pública por ato de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público e condenou os réus Flávio Montefusco Pinheiro, Maria Gricélia da Silva Costa – marido e mulher – e James Pinheiro de França pela prática de atos de improbidade administrativa, por acúmulo indevido de cargos públicos no Estado do Amazonas e no Município de Envira.

Flávio Montefusco Pinheiro era policial militar do Estado do Amazonas e professor no município de Envira e foi condenado ao ressarcimento ao erário público das remunerações recebidas no período de 20.02.2019 a 03.06.2019 e ao pagamento de multa civil correspondente a 50 (cinquenta) vezes o valor da última remuneração recebida da prefeitura municipal de Envira.

Maria Gricélia da Silva Costa era Assessora de Diretoria da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas e auxiliar de serviços gerais no município de Envira e foi condenada ao ressarcimento ao erário público das remunerações recebidas no período de 31.01.2013 e 27.07.2015 e ao pagamento de multa civil correspondente a 50 (cinquenta) vezes o valor da última remuneração recebida da prefeitura municipal de Envira.

James Pinheiro de França era gerente local do IDAM e Assessor no município de Envira, sendo condenado ao ressarcimento ao erário público das remunerações recebidas no período de 20.02.2019 a 03.06.2019 e ao pagamento de multa civil correspondente a 10 (dez) vezes o valor da última remuneração recebida da prefeitura municipal de Envira.

Além destes 3 (três) casos, há outros 57 (cinquenta e sete) servidores públicos de Envira que estão na mesma situação e que são réus em outras ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público, só esperando a sentença do juiz.

Segundo o promotor de justiça Kleyson Nascimento Barroso, “no caso que se discute na presente Ação Civil Pública, a situação dos Srs. FLÁVIO MONTEFUSCO PINHEIRO, JAMES PINHEIRO DE FRANÇA e MARIA GRICÉLIA DA SILVA COSTA, não se encontra amparada por nenhuma das exceções previstas na Constituição Federal, vez que acumulam e/ou acumularam 2 (dois) cargos públicos remunerados, em total desrespeito ao dispositivo constitucional, razão pela qual o segundo vínculo remunerado implica em vício de ilegalidade, uma vez que ofende a Constituição, expressão maior do princípio da legalidade”.

VEJA SETENÇA CLICANDO AQUI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.