Norte do país terá mais de R$ 17 bilhões de investimentos em infraestrutura de transportes - Envira News

Ultimas

Post Ads

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Norte do país terá mais de R$ 17 bilhões de investimentos em infraestrutura de transportes

Um dos destaques das entregas foi a conclusão da ponte de Abunã, essencial para a integração do Acre com o resto do país

Os estados da região Norte do Brasil terão R$ 17.388.941.000 em investimentos privados e públicos em infraestrutura de transportes. Fazem parte da conta as obras realizadas com recursos da União e também os valores previstos de injeção com as concessões previstas para o segundo semestre de 2021.

Apresentados nesta sexta-feira (2) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, os dados fazem parte do balanço dos primeiros seis meses do ano do MInfra. Os empreendimentos e projetos que abrangem os modais rodoviário e aeroviários entre outras iniciativas visam garantir mais conforto e segurança à população.

"Os valores mostram como é importante para o governo do presidente Jair Bolsonaro a integração da região Norte com o resto do país através de obras de infraestrutura e de concessões à iniciativa privada", avaliou o ministro da Infraestrutura.

LIGAÇÕES

Um dos principais exemplos é a conclusão da Ponte do Abunã. Essencial para a BR-364/RO se tornar uma via fundamental ao abastecimento de alimentos, remédios e demais insumos à Rondônia, o empreendimento eliminou o uso das balsas e agora permite a travessia em apenas cinco minutos. Foram investidos mais de R$ 160 milhões na obra.

Ainda no modal rodoviário, o MInfra concluiu os 12 quilômetros finais de pavimentação de trecho paraense da BR-230/PA, a Transamazônica, entre as cidades de Itupiranga e Novo Repartimento. Com investimento de R$ 26,8 milhões, o empreendimento possibilita a conexão do interior do Pará com os grandes centros, além de proporcionar melhores condições para o escoamento da produção regional, como madeira e cacau, e de reduzir o tempo de viagem e do valor do frete. A expectativa é que a revitalização da via beneficie cerca de 500 mil pessoas no interior do Pará.

O transporte hidroviário também foi contemplado com a construção da Instalação Portuária Pública de Pequeno Porte (IP4) no município de Alvarães, no estado do Amazonas. A construção do pequeno porto representa um investimento de R$ 23 milhões. A estrutura busca facilitar o acesso dos principais insumos, como medicamentos e alimentos, entre outros.

LEILÕES

Na aviação, foram leiloados sete terminais do bloco Norte, que inclui os aeroportos de Manaus (AM), Tabatinga (AM), Tefé (AM), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC) e Boa Vista (RR). Juntos, eles terão R$ 1,48 bilhão em investimentos. Outro terminal concedido à iniciativa privada estava no bloco Central, o Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, localizado em Palmas, no Tocantins.

Em rodovias, a BR-153/080/414/TO/GO receberá cerca de R$ 14 bilhões em investimentos, entre duplicações e melhorias na segurança viária (R$ 7,8 bilhões), além da contratação de serviços ao usuário (R$ 6,2 bilhões). A rota é relevante para o agronegócio, interligando as regiões Norte e Sul.

ATIVOS

Importantes ativos serão repassados à iniciativa privada. A BR-163/230/MT/PA, por exemplo, está prevista para ser leiloada no trecho de 970 km entre Sinop (MT) e Miritituba (PA), com R$ 1,9 bilhão de investimentos. O segmento é por onde a maior parte da safra de grãos do norte do Mato Grosso é escoada através da hidrovia do Rio Tapajós até os portos marítimos de Santarém (PA) e Santana (AP). Esse é considerado o principal corredor logístico do eixo norte do país.

No setor hidroviário, o MInfra prepara o arrendamento de terminal voltado para a movimentação e armazenagem de granel vegetal sólido, especialmente Farelo de Soja, no Porto de Santana (AP). Estão previstos investimentos de R$ 41 milhões e o prazo de 25 anos para exploração do terminal.

A assinatura de contratos de autorização de exploração pela iniciativa privada vai possibilitar o investimento de R$ 43,1 milhões em Itaituba, no Pará. O terminal é destinado à movimentação de combustíveis, responsável pelo abastecimento nos municípios de Itaituba e Santarém.

Assessoria Especial de Comunicação

Ministério da Infraestrutura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads