Em retaliação a atuação dos senadores do AM na CPI da Covid-19, Bolsonaro veta emendas destinadas ao Estado - Envira News

Ultimas

Post Ads

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Em retaliação a atuação dos senadores do AM na CPI da Covid-19, Bolsonaro veta emendas destinadas ao Estado


Verbas para segurança, escoamento da produção no interior, recapeamento da malha viária de municípios da Região Metropolitana e apoio à construção de moradias foram cortadas.

O corte que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez ao orçamento do Amazonas, vetando emendas dos senadores amazonenses vai deixar de atender, principalmente, os municípios do interior do estado.

O corte foi no valor global de R$ 216.479.372,00. O maior volume de recursos vetado seria destinado à pavimentação e recapeamento urbano na malha viária que compõe a Região Metropolitana, no valor de R$ 140 milhões.

Foram vetados, ainda, R$ 30,1 milhões para segurança pública e outros R$ 21 milhões para produção e escoamento agroindustrial no município de Rio Preto da Eva.

A capital, Manaus, também deixará de receber R$ 25 milhões que seriam destinados para o apoio à construção de moradias.

Os senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB) manifestaram-se sobre a decisão do presidente, classificando o ato como uma “retaliação” pelo que eles vêm desenvolvendo na CPI da Covid.

“Prefiro acreditar que o presidente da República tem respeito pelo cargo que ocupa e não se rebaixaria a este ponto. Isso [veto] não prejudica a mim pessoalmente ou a qualquer parlamentar, mas sim os mais de quatro milhões de amazonenses que têm os mesmos direitos de qualquer compatriota. Caso tenha sido em retaliação, isso não nos intimida”, disse Omar que, no Senado, está presidindo a CPI.

Já o senador emedebista disse esperar que o veto às emendas tenha sido um engano, revelando que os recursos tornariam operantes alguns portos do interior do estado.

“As minhas emendas de comissão eram todas direcionadas à infraestrutura. Os vetos atingem reparos de portos no interior que estão inoperantes há mais de sete anos Eu espero que isso tudo não passe de um engano”, disse Braga.

Texto: Rosianne Couto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads