Pular para o conteúdo principal

Ministério de Infraestrutura entrega Ponte do Abunã, em Rondônia

As obras tiveram início em 2014 e foram encerradas no mês de abril de 2021. A Ponte vai facilitar o acesso a distritos de Porto Velho e ao estado do Acre, que hoje é feito através de uma balsa.

Ponte do Abunã em Rondônia sobre o rio Madeira — Foto: Ministério da Infraestrutura/Divulgação

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, participam nesta sexta-feira (7) da inauguração da Ponte do Abunã, sobre o rio Madeira, em Rondônia. O empreendimento é estratégico para a integração nacional, pois vai conectar o Acre ao sistema rodoviário brasileiro. A obra liga, de forma definitiva, os dois estados pela BR-364 e é importante para o escoamento de produção das regiões Norte e Centro-Oeste, principalmente de soja. 

Anos de construção...

Após sete anos em construção e décadas de espera, a ponte sobre o rio Madeira, na região de Abunã em Porto Velho, será inaugurada nesta sexta-feira (7). Localizada na BR-364, a ponte vai facilitar o acesso ao estado do Acre, que atualmente é feito por balsa, e gera expectativa no setor produtivo dos dois estados para o desenvolvimento econômico da região.

A estrutura de quase 2 quilômetros de extensão começou a ser construída em 2014 e teve cerca de R$ 140 milhões gastos nas obras. Após diversas paralisações na construção, inclusive em 2020 por causa da pandemia, o Ministério da Infraestrutura confirmou no final de abril deste ano a data para a inauguração da ponte.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) estima que, após liberado o tráfego, vão passar por dia pelo local cerca de 2 mil veículos, número que deve aumentar de 3% a 5% ao ano.

Desenvolvimento econômico

Com a maior facilidade para se chegar ao estado vizinho, o presidente da Federação de Agricultura do Acre, Assuero Veronez, acredita que vai ser possível viabilizar o desenvolvimento econômico da região.

"A ponte significa um monte de coisas, desde o barateamento do frete, desde uma ligação mais rápida, mais eficiente, e traz estímulos para investimentos, pois as pessoas passam a acreditar mais no potencial que a região tem. É a terceira maior ponte do país. Isso estimula o investimento, as pessoas passam a acreditar na região. Tira um pouco aquele desalento, aquele desânimo, que as vezes as pessoas são tomadas, pela falta de atenção dos governos com a região: é a estrada que não presta e quando chega em uma balsa para atravessar, mais ainda. Eu vou investir em um lugar que nem uma ponte tem em um rio?".

Gilberto Batista, superintendente da Federação das Indústrias de Rondônia, também acredita no potencial econômico da região e explica que a ponte também vai ajudar no desenvolvimento dos distritos de Porto Velho que ficam do outro lado do rio.

"Essa ponte integra Porto Velho com Porto Velho. Temos um rio no meio do município de Porto Velho que deixa uma população, desde Fortaleza do Abunã até Extrema e Nova Califórnia, desassistida em parte pelos serviços da prefeitura. Nem pertencimento total aquela população tem com o município de Porto Velho. Se sentem mais pertencentes ao Acre do que a Rondônia. Sobretudo essa ponte vai ligar Porto Velho a Porto Velho, Rondônia a Rondônia".

Gilberto também diz que o barateamento nos custos de transporte com a nova ponte se dá não somente pela taxa da balsa que não será mais paga pelos caminhoneiros, como pelo tempo de viagem que será muito menor.

"Na questão do investimento, quando você fala em balsa remete a retrocesso, a falta de investimento. É quase um contrassenso você criar uma região de desenvolvimento com uma balsa no meio. Não é só uma questão do preço, do valor do frete, mas e o tempo ali parado? Na época de seca um caminhão leva duas, quatro, oito horas para atravessar. Se eu estou com uma carga perecível, tenho que gastar para refrigerar, o custo não é só frete."

Assur Mesquita, assessor das relações institucionais da Federação das Indústrias do Acre, também fala de expandir o comércio internacional pois, com a facilidade de acesso ao Acre, o estado pode virar um importante eixo logístico para a saída para o Pacífico, através do Peru.

"Vai ter também uma inserção internacional. Nós temos defendido aqui, o plano acreano da cultura exportadora, o fórum de desenvolvimento, tem defendido o estado do Acre como um eixo logístico para a saída para o Pacífico. O turismo vem também integrado a essa logística e facilita a abertura de novos negócios. Com certeza vamos observar nos próximos anos um acréscimo nas atividades de comerciais de comércio exterior e também de turismo".

 SERVIÇO

Entrega da Ponte do Abunã (RO)

Data: 07/05/2021

Horário: 10h30 (previsto)

Local: BR-364/RO, km 937, Abunã, Porto Velho - RO.

CREDENCIAMENTO DE IMPRENSA:

http://www.gov.br/planalto/pt-br/credenciamento-de-imprensa/avisos-de-credenciamento/viagem-presidencial-a-cidade-de-porto-velho-ro

ATENÇÃO - A solicitação de credenciamento deverá ser efetuada até às 17h, do dia 06 de maio de 2021 (horário de Brasília)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.