Ex-secretário incrimina Bolsonaro durante depoimento na CPI da Covid-19 - Envira News

Ultimas

Post Ads

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Ex-secretário incrimina Bolsonaro durante depoimento na CPI da Covid-19

O Senador Renan Calheiros diz que Fábio Wajngarten incriminou Bolsonaro e ameaça ex-secretário com prisão por mentir a comissão


O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que o ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten incriminou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Renan afirmou que Wajngarten confirma a existência do ministério paralelo, estrutura de aconselhamento ao presidente sobre temas de pandemia.

"O depoente disse desconhecer a existência [do gabinete paralelo]. Mas é o contrário. Vossa senhoria é a prova da existência dessa consultoria. Vossa excelência é a primeira pessoa que incrimina o presidente da República, porque iniciou uma negociação em nome do Ministério da Saúde, como secretário de Comunicação e se dizendo em nome do presidente", disse.

Renan também afirmou que vai pedir o áudio da entrevista que Wajngarten concedeu à revista Veja e ameaçou com prisão, caso as respostas dadas à revista se provem contrárias às que cedeu à Comissão.

O senador governista Marcos Rogério (DEM-RO) afirmou que Renan Calheiros estava ameaçando o depoente e afirmou que a prisão nem seria possível, pois não seria em flagrante.

Fabio Wajngarten revela em seu depoimento que Bolsonaro, Mourão, Pazuello, Guedes e embaixador do Brasil nos EUA receberam proposta da Pfizer para compra de vacinas e passaram 2 meses sem dar resposta alguma. 

Brasil contabilizava mais 100 mil mortos na época. 
Quantas mortes poderiam ter sido evitadas?

Fonte: Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads