Conheça Iriney Silva, o amazonense que quase fez história no São Caetano e ganhou fama na LaLiga - Envira News

Ultimas

Post Ads

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Conheça Iriney Silva, o amazonense que quase fez história no São Caetano e ganhou fama na LaLiga

Brasileiro que colecionou desavenças com nomes de respeito como David Beckham e Cristiano Ronaldo, guarda boa relação com Messi, já foi parabenizado por Iniesta e possui mais de 300 partidas na história do futebol espanhol

Após curta passagem pelo futebol brasileiro - tendo iniciado sua carreira no Nacional-AM e passado uma temporada no Mauaense ainda nas categorias de base, antes quase fazer história com o São Caetano entre 2000 e 2002 -, Iriney Santos da Silva pode até não ser muito conhecido por aqui. Mas o jogador natural de Humaitá, município brasileiro no interior do estado do Amazonas, fez seu nome no futebol europeu, ganhando fama na LaLiga e colecionando históricas curiosas.

Depois de se sagrar vice-campeão brasileiro em 2000 e 2001 - perdendo as decisões para Vasco e Atlético-PR, respectivamente -, e também da Libertadores da América em 2002 - agora caindo nos pênaltis para o Olímpia-PAR - com o São Caetano, Iriney chegou à Espanha, contratado pelo Rayo Vallecano. Depois disso, atuou por mais de uma década por lá, passando por RC Celta de Vigo - onde protagonizou duelos interessantes com o argentino Lionel Messi, que à época iniciava sua carreira -, UD Almería, Real Betis, Granada CF e RCD Mallorca.

"Pelo Celta, ganhei várias do Real Madrid, mas contra o Barça, principalmente no Camp Nou, nós nunca conseguimos. Já era um jogo difícil em qualquer circunstância, e ainda pegamos o Ronaldinho bem demais [...] contra o Messi eu joguei muitas vezes, e cheguei até a trocar camisa com ele. Depois que eu tinha me aposentado, fui ver um Betis vs. Barcelona e levei minha filha ao estádio. Eu estava com ela perto do ônibus do Barcelona, porque tinha amizade com o pessoal, mas nunca achei que o Messi fosse lembrar de mim. Ele parou e foi super gentil, foi muito carinhoso e atencioso. É um cara especial", disse em entrevista aos canais ESPN - emissora oficial da LaLiga no Brasil -, em março de 2020.

(Foto: Divulgação)

Como ele mesmo disse, os duelos contra o Real Madrid tinham um gosto diferente. Durante sua passagem pelo clube galego, Iriney se acostumou a bater de frente com as principais potências da LaLiga e chegou a ficar nada menos que dois anos sem perder para a equipe da capital - e mais, em pleno Santiago Bernabéu. Uma das vitórias, em que esteve ao lado dos compatriotas Fernando Baiano e Nenê, foi sobre o time 'galáctico' comandado por Vanderlei Luxemburgo, e que contava com os brasileiros Ronaldo, Roberto Carlos, Robinho e Júlio Baptista.

No embate seguinte, no entanto, o ex-meia acabou se envolvendo em uma pequena confusão com o astro inglês David Beckham, que entrou no decorrer da partida. 

"Tive uma discussão forte com o Beckham. Ele começou no banco e, quando entrou, o jogo estava empatado. A torcida do Real estava impaciente e eles precisavam virar. Aí, em uma jogada, ele do nada tentou pisar no meu pé [...] depois, ainda tirei uma com ele e falei 'Ô, David, você mora aqui em Madri há quatro anos e não fala uma palavrinha sequer em espanhol, mi amigo?", comentou.

Apesar de outros casos envolvendo os brasileiros Emerson e Ronaldo, ambos do Real Madrid, Iriney ficou marcado pelo ‘abraço’ que acabou dando em Cristiano Ronaldo, durante uma grande vitória merengue sobre o Real Betis - outro clube que o amazonense defendeu ao longo de sua passagem pelo futebol espanhol. 

"Teve uma partida em 2011, pelo Betis, no Bernabéu, que os caras moeram a gente e ganharam por 4-1, com três gols do Higuaín e um do Kaká. Aí, já no final, depois de uma jogada de escanteio, o Cristiano Ronaldo tentou o lance que na Espanha chamam de rabona, que é o cruzamento de letra", relembrou.

(Foto: Divulgação)

"O técnico deles era o Mourinho, e ele viu que o tempo ia esquentar. Por isso, preparou para substituir o Cristiano pelo Altintop. Só que antes eu falei umas poucas e boas [...] aí ele veio tentando apaziguar. Me deu um abraço e falou: 'Pô, Iriney, você não gosta de futebol bonito?'. E eu respondi: 'Gosto, mas então faz o lance no primeiro tempo, com o jogo empatado. Agora é sacanagem. Está todo mundo puto", acrescentou. A imagem deste momento acabou rodando o mundo: "Guardo a foto comigo até hoje!", contou bastante orgulhoso.

Neste meio tempo, o brasileiro teve uma curta passagem pelo futebol inglês, atuando pelo Watford na temporada 2013/2014, mas logo retornou à LaLiga. Local onde fez história e disputou mais de 333 partidas, somando suas atuações pelas duas principais divisões do país, a LaLiga Santander e a LaLiga SmartBank. Mas foi em 2018, já aposentado, que o brasileiro viveu um dos capítulos mais emocionantes de sua carreira - e até de sua vida -, agora envolvendo o ícone da LaLiga Andrés Iniesta, com quem disputou diversas partidas como adversário.

"No meu aniversário, em abril de 2018, no meio da negociação dele com o Vissel Kobe, o Iniesta fez questão de arrumar um tempo e me mandou um vídeo me dando parabéns e desejando felicidades. Quando recebi o vídeo era umas 7h da manhã, e eu chorei", confessou. "Sempre tivemos muito respeito um pelo outro, e ele também me mandou de presente uma camisa dele, dizendo que eu era um exemplo para toda a garotada do Amazonas. Aí eu chorei ainda mais. Além de ser um jogador com qualidade técnica única, ainda é um grande ser humano", finalizou.

A ESPN Brasil, junto do canal FOX Sports, transmite com exclusividade os jogos da temporada 2020/2021 da LaLiga - Santander e SmartBank

Não é só Futebol. É LaLiga.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads