Pular para o conteúdo principal

Sob Governo Bolsonaro a fuga de capital e empresas do País é recorde


No início do ano, a Ford anunciou a saída do Brasil, alegando que a decisão foi tomada “à medida em que a pandemia de covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

Duas fábricas da montadora já foram fechadas, em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), e uma em Horizonte (CE) será fechada no final do ano. Em outubro de 2019, a Ford já havia fechados as portas em São Bernardo do Campo (SP).

Desde 2019, ao menos 13 multinacionais de vários setores deixaram o Brasil, num movimento que agrava ainda mais o desemprego no país, que atualmente atinge cerca de 14 milhões de brasileiros.

A crise gerada pela pandemia numa economia já estagnada e a baixa competitividade do país afastam investimento estrangeiro e aceleram a ‘desindustrialização’ do Brasil. Entre 2000 e 2019, a participação da indústria de transformação no PIB (Produto Interno Bruto) passou de 13,1% para 10,1%.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quarta-feira (3) uma queda de 4,1% no PIB em 2020, com a atividade econômica registrando a maior contração desde o início da série histórica atual do IBGE, em 1996. A indústria recuou 3,5% e o setor de serviços despencou 4,5%.

A economia já patinava mesmo antes da pandemia do coronavírus.

Desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu, em janeiro de 2019, deixaram o Brasil:

  • Ford

Montadora americana anunciou o fechamento de três unidades no país e a demissão de 5 mil pessoas. Os veículos vendidos no Brasil serão produzidos na Argentina.

  •  Mercedes-Benz

A empresa alemã deixou de fabricar carros no Brasil, com o fechamento de uma de suas fábricas. A Mercedes segue com duas unidades ano Brasil, onde só produz caminhões. Em comunicado, a empresa afirma que a decisão foi por conta do ambiente de negócios desfavorável e da queda nas vendas de automóveis premium no país.

  • Audi

Montadora alemã deixou de produzir o A3 no Paraná, em dezembro, e ameaça fechar a produção de seus veículos no Brasil. O motivo seria o fim dos incentivos federais à produção desse segmento de veículos e o ambiente difícil de negócios.

  • Sony

A fabricante japonesa de TVs e câmeras fechou sua fábrica de Manaus, com 220 funcionários. As instalações foram vendidas para a brasileira Mondial, que deve produzir TVs, micro-ondas e aparelhos de ar condicionado. A empresa alegou que o “ambiente de marca e a sustentabilidade dos negócios” a levaram a sair do Brasil.

  • Roche

Farmacêutica suíça anunciou, em 2020, o fechamento de sua fábrica com 440 funcionários no Rio em até cinco anos. Em comunicado, afirmou que quer focar em produtos de alta complexidade.

  • Eli Lily

No país desde 1953, a farmacêutica americana deixou o Brasil em 2020 e transferiu a produção para Porto Rico.

  • Forever 21

A rede americana decidiu fechar este ano as 11 lojas no Brasil em desacordo com shoppings por aluguel.

  • Walmart

Neste caso, o maior grupo varejista do mundo vendeu 80% de sua operação brasileira a um fundo de investimentos. A decisão, segundo a rede americana, foi parte de um ajuste global.

  • Lime

A multinacional de compartilhamento de patinetes anunciou o encerramento de suas atividades no Brasil em janeiro de 2020, seis meses depois de desembarcar no Rio e em São Paulo. A empresa americana disse que a medida era “parte de uma estratégia global para alcançar sustentabilidade financeira”.

  • Kiabi

A marca francesa encerrou operação em janeiro deste ano para investir em mercados mais consolidados. A marca tinha duas lojas em SP.

  • Glovo

A empresa de aplicativos espanhola encerrou suas atividades no Brasil em 2019, um ano depois de chegar ao país.

  • Wendy’s

Com quatro lojas em São Paulo, a rede americana de hambúrguer fechou suas unidades no Brasil em 2019, mas não informou os motivos dessa decisão.

  • Hooters

A rede norte-americana encerrou em 2019 suas atividades no Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.