Pular para o conteúdo principal

Projeto Resposta à COVID-19 no Brasil lavatórios de mãos em Envira e mais 46 territórios no Amazonas

                 

Projeto Resposta à COVID-19 da Visão Mundial no Brasil entrega 1.000 lavatórios de mãos em 46 territórios no Amazonas, mais de 350 na capital

Em março, a Visão Mundial vai instalar 1.000 lavatórios de mãos em 46 territórios no Amazonas, sendo bairros, comunidades e localidades rurais e urbanas em 25 municípios. Deste total, mais de 350 vão atender a capital, oferecendo condições de higienização e prevenção contra o novo coronavírus. A estimativa é de que os lavatórios beneficiem no mínimo 50.000 pessoas por estarem alocados em espaços de atendimento ao público, como pequenos comércios, escolas, abrigos e instituições de cuidado social.

A ação faz parte do projeto Resposta à COVID-19 no Brasil, financiado pelo Escritório de Assistência Humanitária (BHA) da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), que está em andamento desde o segundo semestre de 2020 e, até o momento, já beneficiou cerca de 4.200 famílias em situação de maior vulnerabilidade, além de pequenos comércios locais, com a distribuição de kits de prevenção, palestras orientativas e totens de álcool em gel. Inicialmente, as atividades foram concentradas nos municípios de Manaus, Manacapuru e Novo Airão, e com a distribuição dos lavatórios, o projeto avança para outros 22 municípios, chegando ao total de 46 territórios em 25 municípios do Amazonas.

Cada lavatório portátil vem com sabonete bactericida, que ajuda na assepsia das mãos, e tem um reservatório de água com capacidade de 20 litros (aproximadamente 150 lavagens de mãos), podendo ser reabastecido facilmente. Mais 350 deles vão ser direcionados para Manaus, majoritariamente para os bairros da Zona Leste e Norte; 24 serão destinados para área rural do município; cerca de 110 para zona urbana e 60 na área rural de Manacapuru; 40 na área urbana e 20 em zonas ribeirinhas de Novo Airão. Outros 400 lavatórios serão distribuídos entre os municípios de Careiro Castanho, Envira, Coari, Anamã, Codajás, Anori, Caapiranga, Itacoatiara, Iranduba, São Sebastião do Uatumã, Urucurituba, Boa Vista do Ramos, Rio Preto da Eva, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Fonte Boa, Silves, Itapiranga, Barreirinha, Presidente Figueiredo, Nhamundá, Parintins, além de 10 instituições parceiras da Visão Mundial.

A estimativa é que, até abril, quando o projeto Resposta à COVID-19 no Brasil encerrá, terão sido distribuídos no Amazonas mais de 31 mil kits de higiene e limpeza, tanto para uso pessoal quanto para higienização de casas e pequenos negócios. Os kits incluem desde álcool gel e álcool líquido até sabonetes, baldes, flanelas e molde para confecção de máscara caseira.

Sobre o projeto Resposta à COVID-19 no Brasil

Iniciadas no segundo semestre de 2020, as ações do projeto Resposta à COVID-19 no Brasil incluem capacitações, distribuição de kits de higiene e limpeza e mobilização de territórios urbanos e ribeirinhos de Manaus, Manacapuru e Novo Airão. O objetivo é, até abril, alcançar mais de 76 mil pessoas.

Números Gerais do Projeto Resposta à COVID-19 no Amazonas

famílias beneficiadas - 4.200

kits de higiene pessoal - 8.400

kits de desinfecção domiciliar - 8.400

kits de máscaras - 5.000

kits de desinfecção de pequeno negócio - 9.300

totens de álcool em gel - 1.000

lavatórios de mão - 1.000

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.