Profissionais de saúde do Programa Mais Médicos em greve em Envira - Envira News

Ultimas

Post Ads

terça-feira, 16 de março de 2021

Profissionais de saúde do Programa Mais Médicos em greve em Envira

A população envirense foi surpreendida com a paralisação dos médicos que atuam pelo programa Mais Médicos em Envira


Envira - Os médicos contratados pelo Programa Federal Mais Médicos iniciaram nesta segunda-feira (16), uma paralisação de seus serviços nas unidades básicas de saúde do município, por conta da falta de pagamento da contrapartida chamada de ajuda de custo, no valor de R$ 2.500 (DOIS MIL E QUINHENTOS REAIS), que deve ser repassado mensalmente aos médicos do programa pelo Município, desde janeiro de 2021 que a Prefeitura Municipal não repassa esse valor aos mesmos.

A nossa redação entrou em contato com os profissionais de saúde que atuam no programa pra entender sua reivindicações. Para eles é um completo descaso o que vem sendo vivenciado, principalmente em um momento tão delicado em que a saúde se encontra. O que parece é que a gestão municipal não dá a devida importância para a saúde dos cidadão envirenses. De acordo com os mesmos eles esperam que a situação logo seja solucionada, pois entendem as necessidades da população, mas não poderiam deixar de reivindicar um direito que lhes é garantido por lei. 
"Ele nunca fez se quer uma reunião com nosso grupo de médicos. Nós solicitamos uma reunião e ele não compareceu". 

É obrigação de qualquer município realizar o pagamento da ajuda de custo os médicos do programa Mais Médicos.  A ajuda de custo, conforme trata os §§ 3º e 4º do art. 22 da Portaria Interministerial/MS/MEC nº 1.369, de 8 de julho de 2013 e Edital nº 39 de 08 de julho de 2013, é destinada a compensar as despesas de instalação do médico no município. Desta forma, tem direito ao seu recebimento o médico participante que não residir no Município para o qual fora selecionado o que é o caso dos profissionais que se encontram atuando em nossa cidade. Caso o pagamento não seja normalizado o município pode até perder os profissionais no município, sendo os mesmos remanejados a outros município.

Emergência da UH lotada e aumento de casos de dengue e Covid-19

A UBS  Maria Bastião que é a unidade referência para casos de Covid-19 é uma das unidades que teve seu atendimento suspenso por conta da paralisação dos médicos. Levando a superlotação da Unidade Hospitalar Evaristo Rates o que gera uma maior preocupação, haja vista que nos últimos dias o município de Envira vem numa escalada constante no aumento de casos de Covid-19 e também com o altíssimo índice de casos de dengue e agora não há mais nem material para a realização de exames para dengue.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads