Envira: ano letivo paralisado e possível suspensão do contrato de professores - Envira News

Ultimas

Post Ads

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Envira: ano letivo paralisado e possível suspensão do contrato de professores


O ano de 2020 terminou, sim. Mas o ano letivo na Rede Municipal, não. Conhecedores de todas as dificuldades que o mundo inteiro vem passando diante à Pandemia, a educação foi um dos fatores que mais teve que se adaptar para dar segmento ao processo ensino-aprendizagem.

Recebemos no grupo do Portal o questionamento acerca da paralisação do ano letivo, na rede municipal de Envira. De acordo com os membro dos grupo até o dia 31/12/2020 as aulas na esfera municipal estavam acontecendo de forma remota: os professores enviavam as tarefas via aplicativo de mensagem, WhatsApp e os alunos respondiam, também pela plataforma.

Com a transição de um governo para o outro e todo o processo desgastante que ocorre nessa troca, assim como mudanças na chefia da secretaria, gestores escolares e afins, a nova Secretária de Educação, Rosely Torquato, mandou suspender as aulas da Rede Municipal de Ensino por tempo indeterminado, mesmo as aulas tendo sido prorrogadas, juntamente com o contrato dos professores  para dar continuidade as aulas. Dessa forma os alunos não seriam prejudicados, legitimando o ano letivo e contabilizando as 800 horas necessárias.

De acordo com o calendário escolar da Semed-Envira, o término do ano letivo se dará no dia 19 de março do corrente ano (2021). As informações que nos foram passada de alguns professores é que os mesmos teriam assinado um temo aditivo com o intuito de finalizar o ano letivo, entretanto na semana passada as aulas remotas foram suspensas. Os mesmos não sabem como como se dará a continuidade do ano letivo na Rede Municipal de Ensino, eles afirmam que buscaram informações junto a secretaria mas não obtiveram sucesso. De acordo com os professores que falamos existem alguns rumores de que o termo aditivo será cancelado.

Nossa redação entrou em contato com a Secretaria de Educação, Rosely Torquato, a fim de obter as respostas sobre os questionamentos acima, mas até o fechamento dessa nota não houve respostas por parte da mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads