Políticas Públicas para a juventude em Envira, o que deu errado? - Envira News

Ultimas

Post Ads

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Políticas Públicas para a juventude em Envira, o que deu errado?

Na última terça feira (13), Envira foi mais uma vez destaque nos portais de notícias do estado e de programa sensacionalista da rede nacional. O motivo? Todos sabem, a juventude transviada, a juventude perdida da nossa querida cidade.


Os cinco jovens acima que encontravam-se até então detidos na 66ª DIP de Envira-AM atacaram covardemente o carcereiro evadindo-se do local, e até o fechamento dessa nota ainda não tinham sido encontrados.

Longe de querer passar pano para os crimes cometidos pelos meliantes acima, gostaria de abrir uma brecha para uma reflexão sobre essas pessoas: Dionas de Souza, Dione de Lima Souza, Edson Amaro de Castro, Michael Gomes Gurgel e Romério Rufino da Silva que são o retrato escancarado de como as políticas públicas para a juventude de Envira não estão funcionando como deveriam. A grande maioria dos presos em Envira tem essa cara, todos são jovens, a grande maioria vive à margem da sociedade, sem perspectivas de vida, sem emprego, sem motivação. 

Como eu disse acima, não estou aqui para passar a mão na cabeça desses jovens (preciso relembrar isso, porque muitos podem me acusar de defensora de bandido). Esses senhores cometeram erros sim! E devem cumprir sua pena, devem pagar pelos seus erros, mas lhes pergunto será que essa juventude de Envira está recebendo tudo o que poderia receber por parte da gestão pública.

Temos diversos assistentes sociais, psicólogos, pedagogos, psicopedagogos formados e filhos de Envira. Temos também os programas sociais como o CRAS, o CAPS, temos Secretaria de Educação e Esportes tanto municipal quanto estadual, mas mesmo assim a realidade da situação da juventude em Envira é deprimente. Recentemente tivemos uma um aumento absurdo na criminalidade e consequentemente de detentos em Envira, e os mais afetados foram a nossa juventude.

Será que não é a hora de nós, sociedade pensarmos nisso com atenção? Será que não dá pra lembrar nossos governantes e nossos representantes na Câmara Municipal que não os elegemos apenas para receberem seus salários, mas acima de tudo prestar serviço digno a nossa sociedade.

Dei uma pesquisada básica em projetos de âmbito federal e estadual pra dar uma iluminada na mente de vocês sobre o quanto pode ser feito para evitar que nossa juventude se perca para drogas, para violência, o alcoolismo e a prostituição.

No âmbito federal encontrei o projeto Segundo Tempo (já trabalhei com esse projeto e ótimo) e o de  Inclusão produtiva rural, já pensou criar uma escola agrícola em Envira, uma cidade onde já fomos outrora campeões em produção de grãos.

Em âmbito estadual temos muito mais programas e projetos a maioria ligados a Seduc-AM, encontrei o Programa Reforça Escolar, Ciência na Escola, Agenda Ambiental e Práticas Sustentáveis, Espaço Verde Amazônia, Circuito da Ciência, Projeto com Vidas e Agenda 21 Escolar, Cine Tela Verde, E A e Inclusão, Hortas e Pancs, Curumim na Chuva, CEJA em Ação, Projeto Marupiara, Festival da Abolição, Afrocientistas são muitas oportunidades, muitas saídas positivas para a juventude, basta querer fazer direito.

Sem contar no próprio Proerd da Polícia Militar que aplica técnicas centradas na resistência à pressão de grupos, auxílio na tomada de decisões para dizer não as drogas, desenvolvimento de habilidades que levem a motivação, além de ser um programa estratégico que objetiva educar principalmente as crianças e adolescentes em seu meio natural, a escola, com atividades interativas auxiliadas pelo policial instrutor PROERD juntamente com o professor, permite ainda que as crianças desenvolvam uma atitude positiva em relação às autoridades e respeito às leis. E olha que eu nem pesquisei as grandes empresas privadas e filantropos que financiam projetos e programas sociais no mundo todo. Dava pra fazer muito mais pela nossa juventude.

Depois de tudo isso, tantos programas e projetos que poderiam ser implantados em nossa cidade me deixa um gosto amargo na boca, saber que muitos jovens poderiam não estar presos agora, se houvesse mais oportunidades e menos tempo ocioso. Se houvesse mais compromisso com o povo e menos politicagem.

Envira perde muito com esses políticos meia boca que temos, principalmente no legislativo, que não pensam na população, pensam apenas em se manter no poder e ganhar a próxima eleição. 

OLHO NELES!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Ads