Pular para o conteúdo principal

Governo #Bolsonaro promove a necropolítica no #Brasil


Seguindo a tendência mundial o governo do Brasil promove políticas da morte

Não sei se você é sabedor, mas o Brasil vem disputando cabeça com cabeça junto a Colômbia o primeiro lugar do ranking de país mais perigoso para defensores dos direitos humanos em todo o mundo. Triste não é?
O Brasil é o país com maior casos de homicídios de mulheres (feminicídios) e de pessoas LGBTQI.

Mas você já pensou nas políticas adotadas pelo DESGOVERNO atual? Vamos pensar um pouco sobre isso: Antes da "nova era" começar, vivemos o período pré apocalíptico com o vampirão, com a reforma trabalhista tivemos o fim de diversos direitos adquiridos e fizeram isso na base da enganação. Disseram a sociedade que teria seus direitos surrupiados que a reforma trabalhista criaria novas vagas de emprego no país, o governo chegou a dizer que ela abriria espaço para a geração de até 6 milhões de empregos no país. O próprio presidente do TST em entrevista para a BBC News rebateu esse argumento


"Foi um equívoco alguém um dia dizer que essa lei ia criar empregos. Foi um equívoco. Sabidamente ela não consegue criar empregos"
Hoje o Brasil tem mais de 28 milhões de pessoas desempregadas, a economia completamente estagnada, o consumo das famílias sofreu uma forte redução universidades públicas correndo o risco de serem privatizadas, o Sistema Único de Saúde também. O Ministério da Saúde suspendeu contratos com sete laboratórios públicos nacionais para a produção de 19 medicamentos distribuídos gratuitamente pelo SUS. Associações que representam os laboratórios públicos falam em perda anual de ao menos R$ 1 bilhão para o setor e risco de desabastecimento – mais de 30 milhões de pacientes dependem dos remédios.

Ao que vem parecendo governadores e o atual presidente do país procuram estão implementando a necropolítica através do neoliberalismo, estão promovendo políticas que deixa morrer pessoas que não são rentáveis. Um governo higienista muito pouco preocupado com os menos favorecidos, idosos, doentes, deficientes. Basta da uma olhada na Reforma da Previdência. As políticas neoliberais são políticas de morte. Não tanto porque os governos nos matam com sua polícia, mas porque deixam morrer pessoas com suas políticas de austeridade e exclusão. Deixa morrer os dependentes, os sem-teto, os doentes crônicos, as pessoas nas listas de espera, os refugiados que se afogam no mar, os emigrantes e desalentados.

Os corpos que não são rentáveis para o capitalismo neoliberal, que não produzem nem consomem, são deixados para morrer.
A elevação da idade miníma de 65 para 70 anos para o acesso ao benefício destinado aos idosos, deficientes de baixa renda é visto como uma necropolítica. Você já pensou em viver com apenas 400 reais por mês logo no período em que vais precisar demais recursos financeiros?


E  no caso das aposentadorias rurais, homens e mulheres que vivem desde a mais tenra infância até o último suspiro de vida trabalhando debaixo de sol ter a idade mínima aumentada em 20 anos. Esses possivelmente nunca receberam seus benefícios.

Está mais do que na hora da sociedade brasileira colocar a torcida partidária de lado e olhar para as medidas que estão sendo tomadas no apagar das luzes. Logo mais não teremos direito algum.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.