Pular para o conteúdo principal

Para onde caminha a Educação Brasileira?

As trapalhadas de Vélez, ministro e pupilo de Olavo de Carvalho (o louco)

Alvo de duras críticas da parte direita do espectro político brasileiro, a educação vem sofrendo várias baixas nesse curto tempo do governo bolsonariano.

O ministro olavista Ricardo Vélez vem colecionado diversas polêmicas e problemas na gestão de uma das pastas mais importantes do governo.

Primeiro enviou e-mail às escolas de todo o País um e-mail orientando que os alunos fossem filmados cantando o Hino Nacional e em seguida que encerrassem o ato exaltando o slogan de campanha de Bolsonaro: "Brasil acima de tudo e Deus acima de todos".

Em entrevista para Veja criou uma nova polêmica ao afirmar que viajando, o brasileiro é um canibal. E se explicou, dizendo que nós brasileiros roubamos coisas dos hotéis, assento salva vidas de avião e finalizou afirmando que os brasileiros "acham que saem de casa para roubar tudo" e que esse tipo de atitude tem revertido a Educação Brasileira.


Ao que parece esse (des) governo bolsonariano será feito às coxas, de qualquer jeito e no avança (isso se pudermos falar que alguns atos são avanços) e recua.

Vélez também já abriu a boca pra dizer que a universidade não é para é para todos e sim para uma elite burguesa e agora ele me vem com mais uma polêmica, que também podemos chamar de retrocesso. O olavista defendeu que os livros didáticos sejam revistos e alteradas sobre o Golpe de 64, na versão histórica do colombiano o golpe de 64 que culminou na ditadura, um período sombrio e negro na história brasileira foi uma "decisão soberana da sociedade brasileira" e que a ditadura militar teria sido um "regime democrático de força".

Ao que parece, a batata do pupilo de Olavo de Carvalho está assando e os militares que tem uma força descomunal nesse governo podem pedindo a sua cabeça, talvez seja por isso que Vélez esteja querendo "agradar" as forças armadas para se manter no cargo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.