Pular para o conteúdo principal

Clima de Guerra: "Crianças venezuelanas não devem ser politicamente instrumentalizadas"


A ONG Visão Mundial expressa sua preocupação em relação a qualquer limitação relacionada à ajuda humanitária à população em território venezuelano. A arrecadação de recursos está drasticamente abaixo do esperado; a Organização apela para os governos e indivíduos doadores, que compartilham nossa preocupação em relação às crianças mais vulneráveis, para que doem com generosidade.

"Como uma organização cristã humanitária com quase 70 anos de experiência global, estamos profundamente preocupados em relação às condições precárias das crianças e de suas famílias que estão deixando a Venezuela; e em relação aos que permanecem no país, como consequência da grave crise social, econômica e política na Venezuela, que exige ajuda humanitária urgentemente", afirma João Diniz, Líder Regional da Visão Mundial na América Latina e Caribe.

Mais de quatro milhões de migrantes e refugiados deixaram a Venezuela nos últimos 3 anos, de acordo com as Nações Unidas (ONU). Atualmente, cerca de 35 mil cruzam a fronteira diariamente para ter acesso a cuidados médicos e educação, adquirir itens básicos ou garantir o sustento financeiro de suas famílias. A maioria retorna para a Venezuela todas as noites, mas diariamente cerca de 5 mil deixam o país permanentemente em busca de uma vida melhor em outros países da região.



"Dada a urgência em providenciar assistência humanitária para crianças em risco e suas famílias, a Visão Mundial reafirma seu compromisso em providenciar assistência humanitária para migrantes e refugiados que chegam diariamente nas comunidades da fronteira da Colômbia, Peru, Brasil e Equador. Eles estão sofrendo de desnutrição, doenças e falta de acesso a serviços básicos de saúde, educação e higiene", de acordo com João Diniz.

A Visão Mundial clama para que a comunidade internacional e o povo venezuelano procurem soluções democráticas por meio de um caminho de diálogo e paz. Enquanto isso, a Organização continuará com seus esforços para providenciar assistência às crianças mais vulneráveis e suas famílias nas comunidades da fronteira.

"Acreditamos que as necessidades urgentes das crianças e suas famílias não devem ser tratadas como influência política, e não pode haver mais atrasos para atender suas necessidades humanitárias básicas. Nossas orações estão com o povo venezuelano – tanto com aqueles que continuam no país quanto com aqueles que estão em trânsito. Nosso comprometimento está baseado em demonstrar o amor ao assegurar o acesso a alimento, saúde, educação, proteção e integração social junto às comunidades acolhedoras", afirma João Diniz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.