Pular para o conteúdo principal

Programa Escolas Transformadoras propõe reflexão sobre como projetos político-pedagógicos podem orientar transformações nas escolas

Inspirar a construção de projetos político-pedagógicos transformadores é o foco do primeiro debate do programa Escolas Transformadoras de 2019. 

A conversa online e ao vivo no Facebook e no Instagram do programa reunirá, às 17h (horário de Brasília) do dia 31 de janeiro, gestores de escolas e especialistas em educação para dialogarem sobre como nascem projetos político-pedagógicos transformadores e como as propostas reunidas nesse documento podem refletir os anseios de educadores, estudantes e famílias em relação às escolas, bem como orientar transformações futuras.
Participam da conversa Vitor Henrique Paro, professor titular na Faculdade de Educação da USP; Maria Amélia Cupertino, coordenadora pedagógica do Colégio Viver; e Elton Luz, diretor da Escola Estadual Alan Pinho Tabosa
Os convidados compartilharão suas experiências sobre as oportunidades e os desafios propostos na elaboração dos seus projetos político-pedagógicos, bem como a importância de revisitarem esse documento ao longo do ano letivo para incluírem as perspectivas de toda a comunidade escolar envolvida e promover mudanças nas diretrizes.
"Mais do que um material escrito, o projeto político-pedagógico representa uma oportunidade de construção coletiva sobre o propósito de cada escola e os meios para alcançá-lo. Esperamos auxiliar educadores para que eles estimulem em suas comunidades a potência de agir de cada um e do coletivo e para o nascimento ou afirmação de novas formas de educar e aprender nas escolas", diz Raquel Franzim, cocoordenadora do programa Escolas Transformadoras, correalizado no Brasil pela Ashoka e pelo Instituto Alana.
O bate-papo também será marcado pela apresentação dos Planos de Formação de Educadores, produzidos pela equipe pedagógica do Instituto Alana como conteúdo extra da série "Corações e mentes, escolas que transformam", disponível para exibições públicas e gratuitas na plataforma Videocamp. Dirigida por Cacau Rhoden e lançada no segundo semestre de 2018, a série mostra como práticas de escolas públicas, comunitárias e particulares de São Paulo, Paraná, Bahia, Pernambuco, Ceará e Amazonas propõem a jovens, crianças e adultos que se tornem criadores de novas formas de ser, conviver e pensar, tanto em suas vidas quanto em suas comunidades.
Os Planos de Formação de Educadores foram elaborados para auxiliar e inspirar diretores e coordenadores pedagógicos em momentos de formação de professores em suas escolas. 
Os conteúdos sobre empatiatrabalho em equipecriatividade eprotagonismo, temas de cada episódio, estarão disponíveis no Videocamp na página de cada um dos quatro capítulos da série. Esse conteúdo especial de "Corações e mentes", bem como todos os outros disponíveis no Videocamp, podem ser acessados por usuários cadastrados na plataforma como educadores.

SERVIÇO:

Debate ao vivo: "Como nascem projetos político-pedagógicos transformadores?"
Quando: Dia 31 de janeiro, às 17h (horário de Brasília)
Com transmissão ao vivo no Facebook e no Instagram do Escolas Transformadoras

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.