Pular para o conteúdo principal

#ForoPrivilegiado: entenda as mudanças e o que pode acontecer

Foro privilegiado: o que acontece com Aécio, Bolsonaro e outros políticos

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na última quinta-feira restringir o foro privilegiado para deputados e senadores. Agora, só serão processados e julgados na Corte os parlamentares investigados por fatos relacionados ao mandato, cometidos durante o exercício do cargo. A decisão vai provocar a transferência de inquéritos e ações penais para a primeira instância da Justiça.
Ainda não há uma estimativa de quantos processos serão afetados. O ministro Luís Roberto Barroso reconheceu que em alguns casos será difícil definir se o crime cometido durante o mandato tem ou não relação com o exercício do cargo.
Veja abaixo o futuro de alguns processos e e inquéritos de senadores e deputados que tramitam hoje no STF:
Ficam no Supremo
Quadrilhão do PMDB
A Procuradoria Geral da República denunciou em setembro do ano passado um grupo de senadores do PMDB, acusando-os de participar de uma organização criminosa que desviou dinheiro dos cofres públicos. Os alvos foram Edison Lobão, Jader Barbalho , Renan Calheiros, Romero Jucá e Valdir Raupp (RO). Segundo a denúncia, a atuação criminosa deles é até os “dias atuais”, ou seja, já durante o exercício atual do mandato, o que faz com que o processo continue no Supremo.
Romero Jucá
O senador é réu por ter supostamente recebido R$ 150 mil da Odebrecht em doação eleitoral, em 2014. Em troca, usaria o mandato para apresentar emendas em projetos que favoreceram a empresa. Como o caso é relativo ao mandato, seria mantido no Supremo mesmo com a alteração na regra.

O que ainda é dúvida 

Quadrilhão do PP
A PGR denunciou um grupo de parlamentares do PP por atuação na organização criminosa investigada na Lava Jato que desviou dinheiro dos cofres públicos. O grupo, que inclui o presidente do partido, senador Ciro Nogueira, teria atuado até 2014, antes do mandato atual. Casos ocorridos em mandatos anteriores são uma questão em aberto.
Jair Bolsonaro
O parlamentar responde a um processo por ter afirmado, em 2014, que sua colega Maria do Rosário não servia para ser estuprada por ser feia. Sua defesa afirma que sua declaração está protegida pela imunidade parlamentar. Caberá ao Supremo decidir se o caso tem relação com a função e como fica a situação pelo fato ter ocorrido no mandato anterior.

Descem para a 1ª instância

Aécio Neves
Em um dos nove processos a que responde no Supremo, o senador tucano é investigado por ter supostamente recebido da Odebrecht propina de R$ 5,2 milhões na construção da Cidade Administrativa, quando era governador de Minas Gerais. Pela tese aprovada no STF, o inquérito deixa a Corte.
Fernando Bezerra
O senador foi denunciado pela PGR pelo suposto recebimento de R$ 41,5 milhões de propina de empreiteiras que executaram obras na refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. À época, ele ocupava cargos no governo estadual. Caberá a Edson Fachin mandar o processo para a primeira instância, como defende a proposta de redução do foro, ou para o TJ.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.