Pular para o conteúdo principal

#ProfessoresEmGreveAM: Acabou o amor governador?


Os professores deflagram, em 22 de março, greve e as aulas estão suspensas desde então na rede estadual do AM. 

Em frente a sede do governo, em Manaus cerca de 2mil professores reivindicavam o reajuste de 30% para a categoria.
Ao todo, 435.291 estudantes de 599 escolas de 62 municípios devem ser impactados com a greve
Os professores reivindicam30% de reposição da perda salarial e mais 5% de aumento real, além do pagamento de vale alimentação e o repasse do Fundeb para a classe.
Por meio de nota, o Governo do Amazonas, afirmou que “mantém diálogo aberto com os servidores da educação desde fevereiro deste ano” e que negocia com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam), entidade que considera única representante da categoria.
“No processo de negociação, o governo já concedeu aumento no auxílio-alimentação de R$ 220 para 420 aos servidores que trabalham nas unidades escolares, fim do desconto de 6% no vale-transporte e reajuste do auxílio-localidade saindo dos R$ 30 atuais para três níveis de gratificação: R$ 200 para municípios mais próximos de Manaus, R$ 500 para municípios de distância média da capital e R$ 1 mil para municípios mais distantes. Em relação à data-base, o g
overno propôs aumento de 4,57% referente ao período da atual gestão em 2017 e a criação de um “gatilho”, vinculado ao aumento da arrecadação, que permitirá o pagamento das datas-bases que não foram cumpridas pelos governos passados nos anos de 2015, 2016 e parte de 2017”, informou nota enviada à imprensa.
Em Manaus
Um grupo de professores se reuniu para protestar na frente da sede do governo, na Zona Oeste de Manaus, na manhã desta quinta-feira.
Segundo a organização do ato e a Polícia Militar (PM), cerca de dois mil profissionais da educação participaram da manifestação iniciada por volta de 8h (horário local), em Manaus.
“Hoje nós fizemos a instalação oficial da greve. Cumprimos as 72 horas conforme o trâmite legal e estamos lamentando muito a postura do governador. Então, essa greve foi instalada, e é por tempo indeterminado”, disse a coordenadora da Associação dos Professores e Pedagogos do Amazonas (Asprom Sindical), Helma Sampaio.
Interior
Além de Manaus, protestos foram registrados em Manacapuru, Itacoatiara, Parintins e Tabatinga.
Em Parintins, a 369 km de Manaus, professores se reuniram em uma praça próximo ao Centro da cidade. Eles também realizaram atos na frente de escolas durante o decorrer da semana.
Cerca de 9 mil alunos de Itacoatiara, na Região Metropolitana de Manaus, ficaram sem aulas. Ao todo, 12 escolas fecharam as portas no município. Os professores se reuniram na frente da Igreja Matiz, no Centro da cidade, para pedir reajuste salarial.
Em Envira todos os funcionários das 4 escolas da rede estadual paralisaram as atividades e em caminharam pelas ruas da cidade cobrando seus direitos.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos arrombam 'presídio' e estão à solta em Envira

Envira - Nos últimos meses os cidadãos envirenses tem observado alarmados o aumento da criminalidade em nossa tão amada cidade. Todos os dias observamos postagens nas redes sociais, status de WhatsApp e mensagens em grupos de cidadãos denunciando roubos e furtos. É preocupante pensar que Envira esteja passando por uma situação como essas: furtos, assaltos, roubos ou a cobrança de pedágios ao tentar entrar em determinados bairros e ruas. Não existe uma preferência, rouba-se veículos, smartphones, alimentos, roubas e até animais. Além de todos esses problemas ainda existe a enorme preocupação com o tráfico de drogas, a violência crescentes e a ociosidade dos jovens. As informações que temos é que após o pedido de remoção do Tenente Felipe Cerqueira (feito por ele mesmo), outros policiais que são muito queridos e bastante competentes em suas ações, também pediram remoção e estarão deixando a cidade de Envira futuramente. Nossa cidade perderá um destacamento de policiais em um momento cru

Há 2 dias jovem em situação grave aguarda regaste aéreo em Envira

Envira - Na última quinta-feira (04), o jovem Adenízio da Silva, mais conhecido como Diezon, se acidentou com uma arma de fogo. De acordo com informações repassadas pelos seus familiares, o jovem encontrava-se em uma embarcação de pesca, onde fazia a limpeza de uma arma de fogo, enquanto acidentalmente acabou apertando o gatilho da arma, que veio a disparar em seu rosto. O jovem encontra-se internado na Unidade Hospitalar do Município de Envira aguardando sua transferência para a Capital, familiares informam que ele encontra-se com a bala ainda alojada na garganta, com ferimentos graves no trato respiratório e com grande dificuldade de respirar. A família informou que desde o momento que o jovem deu entrada no hospital a equipe médica comunicou a gravidade da situação que o jovem se encontra, e que tem buscado contato com os gestores municipais solicitando ajuda, mas não tem conseguido uma resposta exata sobre quando ocorrerá a transferência do mesmo. 

Em Eirunepé-AM, PMAM captura foragido do Sistema Prisional de Envira

Indivíduo de 29 anos foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia de Eirunepé Eirunepé - Policiais militares da 1ª Companhia Independente de Policia Militar - CIPM, apreenderam por volta das 20h, desta terça feira (07), um meliante de 29 anos que encontrava-se foragido do Sistema Prisional de Envira, o mesmo estava escondido em uma residência no bairro de São Domingos. Os policiais detiveram o foragido após recebimento de várias denúncias informando que o mesmo se encontrava escondido na residência. Após investigação foi confirmado a denúncia, o mesmo foi preso pela guarnição da 1ª CIPM e em seguida encaminhado ao 7º DIP-AM.