Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

PARA MAZOCA, A EDUCAÇÃO QUE SE EXPLODA!

Ordem do executivo orienta aos deputados da base governista a votar contra emenda que favoreceria a vida dos professores do AM As emendas apresentadas pelo deputado José Ricardo, voltadas para a educação receberam onze votos favoráveis e 13 contrários, sendo assim foram rejeitadas pela maioria dos deputados aliados base governista. A Manobra derrubou reajuste salarial dos professores O governador Amazonino Mendes orientou deputados governistas a barrar a emenda que garantia recursos no orçamento estadual para o reajuste salarial dos professores que estão há três anos esperando o cumprimento pela Data-Base. Berlamino Lins (Pros), Vicente Lopes (PMDB), Josué Neto (PSD), Dr. Gomes (PSD), Orlando Cidade (Podemos), Dermilson Chagas (DEM), Carlos Alberto (PRB), Mário Bastos (PSD), Donmarques Mendonça (PSDB), Augusto Ferraz (DEM), Adjuto Afonso (PDT) e Wanderley Dallas (PMDB) Apesar de serem objeto de divergência entre deputados da base aliada, a votação que aprovou os benefícios pa

A CASA CAIU PRO ZÉ MELO

Polícia Federal deflagra nova fase da Operação Maus Caminhos e dessa vez José Melo e sua esposa foram presos. Manaus / Am - A Polícia Federal no Amazonas deflagrou deste as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (21) uma operação para cumprir pelo menos 15 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão em Manaus. A operação desta manhã seria mais um desdobramento da Operação Maus Caminhos, que desviou mais de R$ 100 milhões do Fundo Estadual de saúde, através de contratos fraudulentos e licitações com cartas marcadas. O esquema criminoso comandado pelo médico Mouhamad Mustafa, envolvia políticos e ex secretários de Estado da Saúde dos governos Omar Aziz (PSD) e José Melo (PROS). A segunda fase da Operação Maus Caminhos, nomeada como "Custo Político", fez a prisão de três ex secretários de saúde sendo eles, Wilson Alecrim, Pedro Elias e Evandro Melo, irmão do governador cassado José Melo além do ex secretário da Casa Civil, Raul Zaidan, todos acusados de r

ELEIÇÕES 2018, JÁ CONHECE OS PRESIDENCIÁVEIS?

Os pré-candidatos à Presidência e quais dificuldades têm de superar até a campanha A cerca de oito meses das eleições, o Brasil tem pelo menos 14 pré-candidatos à Presidência. As projeções indicam uma disputa com muitos candidatos e, até o momento, tão aberta que dificulta até mesmo definir os nomes que estarão nas urnas. No entanto, todos os que aparecem nas pesquisas de intenção de votos ou que já se lançaram como pré-candidatos têm importantes obstáculos a superar até o início da campanha, marcada para começar em agosto. Pendências na Justiça, disputas partidárias internas, tempo escasso de propaganda no rádio e na televisão, alta rejeição ou falta de popularidade e impedimento para participar em debates são alguns dos desafios que os postulantes à Presidência e seus respectivos partidos ainda precisam driblar até agosto. Apesar de a Justiça Eleitoral ainda não ter divulgado o calendário oficial das eleições do próximo ano, marcada para 7 de outubro, partidos trabalham c

CONSEQUÊNCIAS DA REFORMA TRABALHISTA DE TEMER

Universidade Metodista de São Paulo demite professores em massa A Universidade Metodista de São Paulo, referência em educação na região do ABC paulista, demitiu esta semana cerca de 50 professores, mestres e doutores, das três unidades localizadas na cidade de São Bernardo do Campo (SP). Dentre os cursos afetados estão a graduação e a pós-graduação (mestrado e doutorado) de Administração, Psicologia, Ciências da Religião e Comunicação Social, um dos mais atingidos pelas mudanças. "Muitos alunos estão perdendo seus orientadores, provocando insegurança na comunidade acadêmica devido à dimensão do problema que a universidade vem passando. No mestrado em Comunicação, por exemplo, há teses a serem defendidas nos próximos meses e alunos que seriam encaminhados ao exterior por seus orientadores para cursar o doutorado. As demissões têm sido arbitrárias e não demonstram respeito por esses profissionais. Trata-se de mais um exemplo de descaso com a educação e com a produção científi

"MORTE SÚBITA"

Partida de futebol acaba em chacina no bairro Compensa. Homens morrem após serem baleados durante partida de futebol, a SSP confirmou a morte de seis pessoas. Seis pessoas morreram após serem baleadas em um campo de futebol dentro do CSU da Compensa 2. O crime ocorreu por volta das 22h desta terça-feira (12) e além das seis mortes, nove pessoas ficaram feridas. A SSP-AM informou que um bando armado fez diversos disparos de fuzil em direção ao campo, onde ocorria um treino entre jogadores dos times Compensão e T5 Jamaica. O bando fugiu em duas picapes após efetuarem os disparos. Duas pessoas morreram no local e quatro chegaram a ser encaminhadas a unidades de saúde da capital, mas não resistiram aos ferimentos. As outras vítimas seguem no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto e no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias. "Foi especificamente voltado contra um time de futebol da área da Compensa, que possivelmente tem envolvimento com o crime. É o que se tem no

Amazonas terra sem lei

AM é 3º estado do Brasil com maior nº de presos sem condenação, diz Ministério da Justiça. Estado ficou em primeiro lugar na lista de estados com maior taxa de ocupação em presídios do país. Amazonas ficou em terceiro lugar no ranking de estados com maior taxa de presos sem condenação, segundo dados divulgados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Ao todo, 64,4% da população privada de liberdade no estado ainda não foi julgada. Além disso, o Amazonas em primeiro lugar na lista de estados com maior taxa de ocupação das cadeias do Brasil. Os dados fazem parte do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), com dados coletados entre dezembro de 2015 e junho de 2016m e divulgados nesta sexta-feira (8). De acordo com os dados, o Amazonas perde apenas para os estados do Ceará e Sergipe em número de presos sem condenação que se encontram custodiados em carceragens de delegacias e no sistema prisional. 64% da população carcerária ainda não foi julgada ou est

Aprovada lei que impede condutor culpado por morte no trânsito responder em liberdade

Câmara aumenta para oito anos prisão para bêbado que dirige e mata. Lei aprovada nesta quarta-feira (6) impede que condutor culpado responda pelo homicídio em liberdade ou que troque a pena por cestas básicas. e agora segue para sanção presidencial. Após cinco anos de espera, enfim o projeto 5568/2013 foi aprovado pela Câmara dos Deputados. A análise ocorreu na sessão desta quarta-feira (6) após solicitação da deputada federal Christiane Yared (PR-PR) ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Com a aprovação, o condutor de veículos sob efeito de álcool, que for acusado de homicídio, permanecerá preso de 5 a 8 anos. A lei vai para a sanção do presidente Michel Temer. Até então, os acusados de matar no trânsito poderiam responder por homicídio culposo, com pena de detenção, de 2 a 4 anos, mesmo que fosse comprovada a embriaguez ao volante. Pelos direitos atuais, até 4 anos, a lei permite responder pelo crime em liberdade. Com a mudança para cinco anos da pena mínima, o motorist

NÃO FOI ACIDENTE

Câmara analisa projeto que torna mais graves os crimes de trânsito. Proposta aumenta para até 8 anos pena de motorista que causar mortes ao volante A deputada federal Christiane Yared (PR-PR) defendeu a aprovação do projeto 5568/2013, que está na pauta para ser analisado pelos deputados nesta terça-feira (5). Mais conhecida como "Não foi acidente", a proposta prevê o aumento da pena para motoristas embriagados responsáveis, principalmente, por causar mortes ao volante. Por articulação da parlamentar com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o projeto foi colocado na lista de prioridades para votação. O texto da proposta sugere que o condutor sob efeito de álcool, acusado de homicídio, permaneça preso de 5 a 8 anos. "Estamos reescrevendo a história do país em relação aos crimes de transito. Não é possível que um país que tenha um povo tão bom e trabalhador tenha essa ferida de morte. Uma morte a cada dez minutos e uma sequela por minuto, por causa do trânsito

JOVEM SOFRE ABUSO SEXUAL EM POSTO DE GASOLINA

ASSÉDIO SEXUAL AINDA HOJE É VISTO COMO CULPA DA VÍTIMA PELA SOCIEDADE A Polícia Civil indiciará um jovem de 22 anos suspeito de assediar sexualmente uma estudante de 22 anos e depois tentar atropelar a vítima. Depois que o homem teria passado a mão nas partes íntimas da estudante, uma briga generalizada ocorreu na madrugada de sábado (25), em um posto de combustíveis no bairro Parque Dez, na Zona Centro-Sul de Manaus. O jovem, que não teve identidade revelada, será indiciado por tentativa de homicídio, lesão corporal e dano material. A vítima, o namorado, o suspeito do crime e uma testemunha prestaram depoimento na manhã desta quarta-feira (29), no 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Eles não quiseram falar com a imprensa. O delegado Cícero Túlio, titular do 23º DIP, disse que as investigações sobre o caso iniciaram no domingo (26) para identificar as pessoas envolvidas. O suspeito se apresentou espontaneamente na segunda-feira (27), com uma advogada. Porém, o depoimento

Gilmar Mendes livra Barata mais uma vez

O empresário Jacob Barata Filho, dono e sócio de várias empresas de ônibus no Rio, e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Rio de Janeiro (Fetranspor), Lélis Marcos Teixeira, poderão deixar a cadeia. Eles foram beneficiados, nesta sexta-feira (1º), por habeas corpus deferidos pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Barata e Lelis foram presos no dia 14 de novembro, no âmbito da Operação Cadeia Velha, um desdobramento da Lava Jato, que investiga o pagamento de propinas pelas empresas de transporte a políticos. Esta é a terceira vez que Gilmar concedeu habeas a Barata, de quem foi padrinho de casamento da filha, em 2013. Ele considerou que as ordens de prisão preventiva, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) e da 7ª Vara Federal Criminal, estavam confrontando habeas corpus que já havia sido deferido anteriormente, por ele mesmo, a Barata. “Tenho que a decisão do juízo de origem sugere o propósito de conto